Tutorial: Um turno de Machina: Simulacro de guerra!



Como este post vai ser maior, vou cortar um pouco as amenidades. Antes de começarmos com o tutorial, só precisamos dar um recado: estaremos dia 14/11, no Lab Jogos! Ele acontece no  andar Superior do McDonald's da Rua Teodoro Sampaio, 430, a 300 metros do metrô Clínicas, à partir das 14:00. Confira os detalhes do evento aqui
 
Aproveitem para conhecer O Machina e jogar comigo! (tenho a fama de sempre perder no jogo).


ESPERO VOCÊ LÁ!



Bem, sem mais delongas, vamos começar com a descrição de todos os componentes!
Estas são as cartas de motores, com 4 ações cada, totalizando as 8 ações disponíveis no jogo.



 Estes são os tiles, usados para montar o mapa de jogo.



















Aqui, temos as cartas de tecnologia, de grande importância para o avanço do jogo.


















Esta é a tabela de recursos (ainda não foi criada no design correto, por favor, relevem).


















Além delas, temos as fichas de tropa e acampamento (as maiores são as de acampamento).

E as de construção, em 3 cores, que são para todos e serão identificadas com uma tropa do jogador que a possui por cima, demonstrando também que ela tem guardas, como veremos nas cidades nação montadas.




















Ahn sim, e para você não se perder, temos o player aid (o texto não está revisado, mas para ajudar grão=ouro, pesquisa=ferro, tecnologia=aço, fazenda=província produtora, laboratório=província tecnológica).



















Ps: como a Aline notou, (Valeu Aline!), o texto de produzir está duplicado em pesquisar.Na verdade a ação de pesquisar dá um ponto de FERRO por cada província tecnológica+ capital que você tenha.

Para começar, você tem a sua capital e duas opções de setup, um com 3 províncias de produção (as amarelas) ou 1 de produção e 1 tecnológica (azul). Estas são as duas opções de cidade nação!




























Vamos usar as duas, para mostrar como elas funcionam.
Depois das Cidades-Nação prontas, coloque um tile entre elas, lembrando que cada jogador tem 6 tiles. Aquele que ceder o tile para o centro é o primeiro jogador.












Recomenda-se produzir  e pesquisar como as primeiras ações do jogo, que podem ser feitas gratuitamente, já que assim você já começa com uma reserva de recursos.  Você vai perceber que o jogo é todo baseado nas ações que afetam ou são afetadas pela quantidade de províncias possuídas no mapa. A Capital, como se percebe, conta como uma província de cada tipo (produção, tecnologia e militar).

Ok. Agora começamos o primeiro turno efetivamente. Cada turno de Machina é composto de 3 fases:
 Fase de motores: quando as marchas são gastas para mover os motores. Ela se encerra quando as marchas restantes são vendidas por mais recursos, de acordo com a tabela de custos de mercado no player aid.
Fase de mercado: Cada jogador pode fazer até duas trocas de recursos, novamente de acordo com a tabela do player custos de mercado, presente no player aid.
Fase tecnológica: quando as cartas de tecnologias podem ser compradas ou trocadas. O custo de troca de tecnologia é 1 ferro e cada carta de tecnologia tem seu próprio custo.


Entendeu? Agora você vai ver na prática!!

 Um turno de Machina, sem perder a amizade

  Agora que a teoria foi absorvida, vamos a um turno prático!

Fase de motores

O primeiro jogador fará sua primeira ação: O jogador verde, vendo que a carta de tecnologia aberta no mercado é muito vantajosa para ele, começa desenvolvendo. Transformando seus ferros em aço, ele já está pronto para comprar a primeira das suas 5 tecnologias que ele pode possuir.

   









O segundo jogador fará sua primeira ação: O jogador Branco, vendo que a coisa pode ficar “feia” para ele, decide tomar uma ação ousada e gastar 3 marchas para recrutar no primeiro turno. Ele paga 1 ouro e pode colocar uma tropa (o máximo no momento, já que cada província militar é capaz de recrutar uma tropa por ativação da ação).












O primeiro jogador fará sua segunda ação: Uma opção interessante para quando as ações do motor em questão (só pode ser usada uma ação de cada motor no turno, na ordem que são colocados no início do jogo), é não fazer nada e guardar as marchas, para trocá-las por recursos. É o que o nosso jogador verde fará.

O segundo jogador fará sua segunda ação Já o jogador branco, vendo-se em profunda desvantagem tecnológica, decide usar sua última marcha no turno para fazer, por meio da pesquisa, um novo ponto de ferro.










No final desta fase, ambos os jogadores voltam seus dados de marcha para 4, mas enquanto o jogador branco, que gastou todas as suas marchas, não ganha nada com isso, o jogador verde têm a chance de conseguir trocar duas marchas por recursos. Ele troca por dois ouros, subindo em sua tabela.

Fase dois: mercado.

O jogador verde está feliz com seus recursos, passando totalmente a sua fase de mercado.
Já o jogador branco, usa suas duas trocas para:
1-      Trocar dois ferros (custo 2) por um aço (custo 4)
2-      Trocar dois ouros (custo 1) por mais um ferro (custo 2)

Fase 3 Tecnologia.

Ao contrário das duas fases anteriores, onde o jogador verde começava por ser o primeiro, agora ele começa por ter mais provinciais tecnológicas. Ele usa seus dois aços e um ouro para comprar a tecnologia artilharia de precisão, que lhe dará vantagens durante os combates vindouros.

Não perca a corrida tecnológica!


















 
E aí, gostaram? O que fariam, se você fosse o jogador branco, que parece estar em franca desvantagem? Mover-se para o território aberto em busca de uma nova província tecnológica? Desbravar uma nova? A verdade é que com um turno apenas é impossível dizer que vai vencer no Machina!





Como este post vai ser maior, vou cortar um pouco as amenidades. Antes de começarmos com o tutorial, só precisamos dar um recado: estar...

0 comentários: