Os dois lados de uma moeda: Cidade Alta dividida em dois.






“Como se já não tivéssemos lutado o suficiente e sangue de nossos irmãos já não tivesse lavado a terra e vermelho, a ponto dos campos nascerem rubros, temos ainda de lidar com a loucura de uma nova guerra, em um intervalo de menos de dez anos.

Como se a loucura de expulsar a Coroa Portuguesa de nossa mirrada Cidadela não fosse o suficiente, temos dois cães famintos brigando por este osso mirrado. Esta sensação de que a loucura , tanto religiosa quanto política, tomou a nossa Cidade Alta de assalto.
Quando vejo aquele que é chamado de Herege, o tolo do José Antônio, sinto ânsia pelo seu desejo revolucionário e progressista. Já tivemos mudanças demais, já temos de encarar os negros como pessoas e iguais, sendo que saindo desta ilha de loucos eles continuam sendo vendidos, como um porco ou uma cabra.
Enquanto isto, o outro tolo, maluco idiota, acredita piamente ser Dom Sebastião, redivivo das campanhas contra os mouros, trazendo o misticismo barato e tenho como aliado a nefasta igreja, que já o chegou a condecorar com a medalha do Sagrado coração.
Tolos ! Todos tolos!
Enquanto isto uma nova guerra se manifesta, e as fábricas recém-instaladas, engolem pessoas como bestas, cuspindo fuligem e brasas como se defecassem para os céus, empesteando o novo distrito industrial, feito além do Muro, onde os imigrantes já se amontoam em tavernas imundas e casas são construídas umas sobre as ouras, criando construções que lembram a torre inclinada de Pisa.
Ninguém é capaz de ver que isto está ficando pior que os novos cilindros de vapor, instáveis como as máquinas usadas com cada vez mais frequência e menos segurança? Para que se importar? Para cada operário morto existem dois querendo seu lugar, dispostos a trabalhar por uma coroa a menos por dia.
E assim nossa Cidade Alta, que tanto prometia depois do anúncio da Revolução à vapor, vai perdendo seu único grande trunfo, pois já se fala de máquinas à vapor nas Outras Cidade Nação, os planos do engenheiro morto, ou pelo menos os que sobraram, ao invés de protegidos como nosso maior tesouro nacional, aparentemente foram espalhados ao vento e cada Cidade Nação deste continente maldito agora está desenvolvendo suas versões disto.
Estamos condenados, e por isto mesmo, parto antes da hora, puxando a corda para o fim do meu ato.”
Carta de suicídio do Conde Escudeiro, antigo capitão da Guarda imperial de Cidade Alta, encontrado enforcado em seu quarto.

  “Como se já não tivéssemos lutado o suficiente e sangue de nossos irmãos já não tivesse lavado a terra e vermelho, a ponto do...

0 comentários: